Novidades

Descubra tudo o que acontece
no grupo zaffari.

Grupo Zaffari doa livros para a Cozinha Literária

04.03.2016

[:pb]Geladoteca, Biblioteca de Rua da Portugal ou Cozinha Literária. Todos nomes usados para designar o projeto criado pela moradora Viviane de Melo e mantido com a ajuda dos vizinhos e de quem circula pelo bairro Higienópolis, em Porto Alegre, desde 1º de novembro de 2015, quando foi inaugurado.

Cozinha-Literaria-1

Cozinha-Literaria-2Inserido neste contexto cultural do bairro, o Grupo Zaffari fez doação de dezenas de livros para o espaço. Na oportunidade, uma das colaboradoras do local Vanessa Johnson ressaltou a importância de a vizinhança zelar pela biblioteca, visto que ela é aberta e gratuita para todos. “É só chegar, escolher o livro e levar. Depois pode devolvê-lo ou repassá-lo. E se tiver algum para doar, é só trazer” – destacou ela sobre o funcionamento da Cozinha Literária.

Os livros ficam guardados em duas geladeiras antigas, um fogão e um micro-ondas. No local, é possível encontrar obras das mais variadas, como uma cópia da Coleção H em braile de Mário Quintana, separadas por gênero graças ao trabalho voluntário de pessoas como a Viviane e a Vanessa. A intenção delas é, agora, expandir a ideia para outros bairros de Porto Alegre.[:en]

Geladoteca, Biblioteca de Rua da Portugal ou Cozinha Literária. Todos nomes usados para designar o projeto criado pela moradora Viviane de Melo e mantido com a ajuda dos vizinhos e de quem circula pelo bairro Higienópolis, em Porto Alegre, desde 1º de novembro de 2015, quando foi inaugurado.

Cozinha-Literaria-1

Cozinha-Literaria-2Inserido neste contexto cultural do bairro, o Grupo Zaffari fez doação de dezenas de livros para o espaço. Na oportunidade, uma das colaboradoras do local Vanessa Johnson ressaltou a importância de a vizinhança zelar pela biblioteca, visto que ela é aberta e gratuita para todos. “É só chegar, escolher o livro e levar. Depois pode devolvê-lo ou repassá-lo. E se tiver algum para doar, é só trazer” – destacou ela sobre o funcionamento da Cozinha Literária.

Os livros ficam guardados em duas geladeiras antigas, um fogão e um micro-ondas. No local, é possível encontrar obras das mais variadas, como uma cópia da Coleção H em braile de Mário Quintana, separadas por gênero graças ao trabalho voluntário de pessoas como a Viviane e a Vanessa. A intenção delas é, agora, expandir a ideia para outros bairros de Porto Alegre.

[:es]

Geladoteca, Biblioteca de Rua da Portugal ou Cozinha Literária. Todos nomes usados para designar o projeto criado pela moradora Viviane de Melo e mantido com a ajuda dos vizinhos e de quem circula pelo bairro Higienópolis, em Porto Alegre, desde 1º de novembro de 2015, quando foi inaugurado.

Cozinha-Literaria-1

Cozinha-Literaria-2Inserido neste contexto cultural do bairro, o Grupo Zaffari fez doação de dezenas de livros para o espaço. Na oportunidade, uma das colaboradoras do local Vanessa Johnson ressaltou a importância de a vizinhança zelar pela biblioteca, visto que ela é aberta e gratuita para todos. “É só chegar, escolher o livro e levar. Depois pode devolvê-lo ou repassá-lo. E se tiver algum para doar, é só trazer” – destacou ela sobre o funcionamento da Cozinha Literária.

Os livros ficam guardados em duas geladeiras antigas, um fogão e um micro-ondas. No local, é possível encontrar obras das mais variadas, como uma cópia da Coleção H em braile de Mário Quintana, separadas por gênero graças ao trabalho voluntário de pessoas como a Viviane e a Vanessa. A intenção delas é, agora, expandir a ideia para outros bairros de Porto Alegre.

[:]